13 de fevereiro de 2016

Conflito de Gerações

Hoje vamos falar sobre um dos conflitos que mais se trava na actualidade o de gerações.
O conhecimento humano tem evoluído muito, como consequência também a tecnologia, tal como se registam alterações na sociedade, nas ambições, modos de viver, crenças e valores.
É aqui que surgem os conflitos entre gerações. As gerações mais velhas não acompanham a evolução, uns porque não entendem, outros porque não aceitam e porque pensam estar certos. Talvez tivessem certos, no seu tempo, mas estes evoluem e é preciso evoluir com eles para não serem excluídos socialmente.
Não podemos culpabilizar os gerações mais novas, isto porque podemos perceber como se vivia antigamente e as convicções da altura, porém não vivemos mais nessa tempo, temos as nossas próprias convicções. Temos liberdade graças às gerações antigas? Sim! Tudo o que temos hoje em dia, deve-se a tudo o que foi feito desde da pré-história, as descobertas do fogo, da caça, da sobrevivência, por exemplo são os factos que nos mantêm vivos até hoje.
https://autoimune.wordpress.com/2009/06/16/conflitos-de-geracoes/

Eu, como muitas outras pessoas, sinto este conflito na pele porque simplesmente não querem ver que já não é assim. Tenho de tudo, aqueles que me querem impor as regras deles e não aceitam as minhas, nem me respeitam enquanto mulher, nem mãe, e os que simplesmente não entendem, por que dão mais importância ao que as outras pessoas pensam sobre aos nossos actos. Não peço que entendam, apenas que respeitem, quer o que decido para a educação do meu filho, quer o meu moda de vida. Tenho sido muito tolerante, porque digo as coisas dezenas de vezes, sem exageros, e ainda não termino as palavras já estão a fazer precisamente o oposto do pedido. A psicologia invertida aqui não resulta porque pensam que finalmente cedi. Não, não vou ceder. Só têm que respeitar, caso contrário vai se gerar distância.

Já agora, também não quero saber o que os outros fazem ou deixam de fazer, não quero saber se a prima da vizinha está grávida ou se separou, preocupe-me apenas com a minha vida. Apenas me importa o meu ceio familiar, e não admito que as pessoas que supostamente são de confiança e frequentam a minha casa, andem a comentar a minha vida por esse mundo fora.
Se na sociedade que vivemos já temos uma vida inventada pelas más línguas, para quê ainda alimentar mais?! Não têm temas de conversa? Falem da meteorologia, desporto, televisão, etc.
Vivam a vossa vida, façam o que gostam e não o que os outros gostam....
https://www.emaze.com/@AOIQOWFQ/DI%C3%81LOGOS-ENTRE-AS-GERA%C3%87%C3%95ES

 Também têm destes conflitos?
Nessy

2 comentários:

  1. De facto de geração para geração os valores e os principio vão mudando :) Gostei muito da tua reflexão!!

    http://10metrosdouniverso.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Olivia, obrigada. As gerações não se podem fecham apenas nos seus valores e princípios, porque tudo muda. O que era verta ontem, hoje é desajustado da realidade vivida (não é que certo errado, apenas não se ajusta)...

      Eliminar