9 de outubro de 2016

Pipocas Caramelizadas



Feitas a partir do milho-pipoca, o seu nome vem do termo tupi pi'poka (pira -pele e poka - estourar).


Quanto à origem das pipocas, apenas se sabe que bem antes de Cristóvão Colombo descobrir a América, os índios já comiam pipocas, inicialmente feita com a espiga inteira sobre o fogo, posteriormente com os grãos soltos e numa panela de barro com areia quente.

Esta era vendida nos Estados Unidos, em feiras e parques no século XIX, sendo que no fim deste período apareceram os primeiros cinemas americanos, e com eles os vendedores ambulantes acompanhados dos seus carrinhos com guloseimas, amendoins e açúcar queimado e pipocas.

A primeira marca americana de pipocas a Jolly Time, em 1914, gerada pela  American PopCorn Company que também criou o saco para embalar o produto.


Adoro pipocas, mas ficava super desiludida por em casa ficarem sem graça, pois a minha mãe fazia-as apenas no óleo e polvilhava-as com açúcar, nas feiras e no cinema eram bem melhores e mais doces. Cresci e descobri como fazer iguais às do cinema !!!


Confesso, que esta receita é daquelas que faço não apenas quando há uma tarde de filmes, mas também quando me apetece algo doce (sem ser chocolate).

 A receita é simples, rápida e tão deliciosa, garanto-vos que não vão parar de vos pedir a receita ou para fazê-la vezes sem conta.

Ingredientes:
4 colheres sopa de milho para pipoca
4 colheres sopa de açúcar
4 colheres de sopa de água
3 colheres sopa de óleo

Preparação:

Juntar todos os ingredientes numa panela funda, ir mexendo até formar uma calda. Quando o milho começar a estourar tapar a panela e ir sacudindo até pararem de estourar. Assim que deixarem de estourar, tirar do lume e com uma colher de pau envolver as pipoca no caramelo formado.

AVISO

Cuidado com o caramelo formado, nunca lhe toquem com as mãos, causa dolorosas queimaduras (podem até levar-vos ao Hospital). Por isso, envolvam sempre com a colher de pau, passem as pipocas para um recipiente de plástico e juntem água à panela (para facilitar a lavagem posteriormente).


Receita  Rar


Bom domingo!

4 comentários:

  1. Não gosto muito de pipocas.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isa, nem sabes o que perdes. lol. É o pensamento de todos os que adoram pipocas. Ainda bem que nem todos gostam, se não o milho não ia chegar =P

      Eliminar
  2. Respostas
    1. São deliciosas, não te arrependes =)

      Eliminar