22 de outubro de 2016

Doce de Tomate (MFP)


Este doce surgiu, de uma conversa sobre comidas de infância, daquelas que não há quem iguale ou quando iguala transporta-nos mentalmente para esse tempo vivido.


Mais uma vez recorri à máquina de fazer pão, para realizar este desejo. Foi a primeira vez que fiz este doce, tive que adaptar ingredientes, tomates que só tinha congelados, por ter gasto o último limão na receita que fizera antes, usei vinagre, e recorri à canela em pó por não ter em pau. Pode-se dizer que foi quase como fazer uma omelete sem ovos.

O resultado foi surpreendente, ficou espectacular até eu que comia doce de tomate, mas não era do que mais me agradava,  dou comigo a lambuzar-me com o pote do doce.

O mais interessante foi a minha sogra no dia a seguir aparecer com um frasco de doce de tomate tradicional e ficar "ofendida" por gostarmos mais do meu.... caso para dizer que a inovação foi mais que aprovada.

Quando disse, para elegerem um dos doces como se fosse uma competição, houve muita dificuldade, alegando que estavam os dois muitos bons e eram bastantes diferentes. Pois no meu o sabor a canela contrasta mais com o do tomate, o da sogra é tradicional ou seja, o sabor que se está habituado. Mas pronto, ganhou o meu pela inovação. E fiquei na linha de fogo da sogra, por lhe ganhar esta "batalha culinária".....

Brincadeiras à parte, deixo-vos a receita do doce vendedor, ahahah.

Ingredientes:

6 Tomates (médios)
1 colher de café de Vinagre
1 colher de sopa Canela em pó
200 a 300gr de Açúcar


Preparação:

Depois de os tomates (6 de tamanho médio) descongelarem por completo, retirar-lhes pele e as sementes. Colocá-los no recipiente da máquina de fazer pão, juntar uma colher de café de vinagre e cerca de uma colher de sopa de canela em pó.  Por fim, adicionar cerca de 200 a 300 gr de açúcar.

Juntei ainda uma colher de sopa de água, seleccionei o programa das compotas (11) e já está, é só aguardar até a máquina terminar.

P.S- As quantidades são todas aproximadas pois fui juntando à medida que o programa avançava. Um pouco de açúcar, um pouco de canela...até chegar ao aroma e sabor que me agradou. Esta receita rendeu-me um tupperware pequeno destes.

4 comentários: