22 de janeiro de 2016

Uma família, é sempre uma família!



O mundo, as pessoas, as culturas, as leis tudo muda, resta relembrar de que para co-habitarmos temos que respeitar as opções e acções dos outros cidadãos. Vivemos em sociedade, em liberdade (pelo menos a Revolução de 1974 assim o ditou), podemos exprimir todos os nossos sentimentos  tendo em conta as regras da sociedade e o respeito (liberdade limitada, mas é liberdade de escolha entre o certo e o errado, entre respeitar e desrespeitar), como tal penso que não viável a homofobia que tenho visto em diversos sites em relação à homossexualidade, incluindo o casamento e a adopção.

http://www.thinkstockphotos.com.pt/image/fotografia-de-arquivo-gay-love/180781737



"Ao longo da história da humanidade, os aspectos individuais da homossexualidade foram admirados, tolerados ou condenados, de acordo com as normas sexuais vigentes nas diversas culturas e épocas em que ocorreram. Quando admirados, esses aspectos eram entendidos como uma maneira de melhorar a sociedade;[17] quando condenados, eram considerados um pecado ou algum tipo de doença, sendo, em alguns casos, proibidos por lei. Desde meados do século XX, a homossexualidade tem sido gradualmente desclassificada como doença e descriminalizada em quase todos os países desenvolvidos e na maioria do mundo ocidental.[18]"  https://pt.wikipedia.org/wiki/Homossexualidade 


Homossexualidade, não é hereditária,tão pouco uma doença! É uma opção, tal como o ditado diz "gostos, não se discutem", não se é homossexual por ser moda! Não é moda, na minha opinião, apenas estão a começar a ter liberdade para se exporem, serem felizes esquecendo a reprovação dos outros.

Dito isto, concordo plenamente que autorizem o casamento, pois a lei da vida é encontrar a nossa alma gémea, casar, constituir família(para a maioria, há quem não sinta essa necessidade), por isso a aprovação da adopção por parte dos casais gays, para mim peca apenas por ter vindo tarde e ter sido aceite apenas à quarta vez. A sério?? Senhores diplomados? Enfim.

Deixem-me clarificar aqui uns aspectos, adopção homoparental não vai incutir a homossexualidade à criança, não vai fazê-las vítimas do preconceito. se nós enquanto pais aceitarmos como algo normal e incutirmos a aceitação nos nossos filhos, não deixa as crianças em perigo de abusos, por favor mas que argumentos são esses? Quantas crianças não são abusadas, abandonadas por casais heterossexuais? 

 A série "Família Moderna" aborda o assunto de forma leve, recomendo que vejam o dia-a-dia da comédia. Um excelente exemplo em Portugal, em como as crianças são felizes, por terem uma família seja ela como for é a família do Eduardo Beauté e o Luis Borges

Um casal, são duas pessoas que se amam. Dois pais, duas mães, um pai e uma mãe, o que interessa é a criança ser amada. 

É tempo de aceitar, é tempo de acabar com o homofobia, o preconceito. Basta uma pessoa dizer basta, para o mundo começar ficar melhor, pelo menos em termo de civismo. 

Iriam deixar de amar os vossos filhos se fossem homossexuais? Deixariam de os apoiar? Não os defenderiam dos preconceitos?

Tenham um bom fim de semana.....


Sem comentários:

Enviar um comentário