28 de abril de 2017

Pesadelo na Cozinha


O Pesadelo na cozinha, digamos que é um abre olhos à população.
Nunca gostei muito de ir a locais onde o bom atendimento nunca fora uma regra, onde o tempo de espera fora absurdo e a comida uma desgraça.


Ao ver o programa recordei-me de diversas situações caricatas, desde esperar horas para ser atendida e grupos de pessoas chegarem depois de mim e serem prontamente atendidos, restos de pão passarem para outra mesa, à tarte de natas que provei em Grândola com textura de marshmallow com uma semana sem sabor algum e pior, sem estar fresca.


Fonte
O programa em si causa inquietação e indignação. Como é possível alguém que tem um estabelecimento onde serve comida que se lhe derem a comer recusa?! Como é possível que as condições de higiene sejam as que o Chef encontra?! Como é possível não mudarem a mentalidade?!

Se por um lado, a ASAE  já foi muito acusada de fechar estabelecimentos sem razão, ou de voltar sempre aos mesmos locais, por outro temos a constatação de que a autoridade só pretende fazer cumprir as regras para que a nós consumidores nos chegue produtos de qualidade, dentro da validade e da melhor forma confeccionados.  


Aquela história em que o senhor café só tem o gatinho para comer os ratos, não tem piada alguma. Pensem, que os ratos andaram pelo pão que vão comer, que roeram o queijo. É nojento não é?? Porque razão a ASAE deixaria essa brincadeira que poria a vida das pessoas em perigo, em claro?

Por que razão, as pessoas que nos servem comida confeccionada em condições nojentas e para lá do prazo esperam ser tratadas com paninhos quentes??? Não me venham com histórias de bullying, porque se formos analisar: é pior tratar com agressividade que serve comida nessas condições ou simplesmente apresentar essas "iguarias" ao público ???

Isto tudo para dizer, que primeiro há quem tenha noção da gravidade da situação e peça ajuda ao chef através do programa, mas depois consideram o chef agressivo com tudo o que ele se depara.


A minha posição, não mudou agora com o programa, sempre foi de muito cuidado e selectividade na hora de comer, e mesmo assim estou sempre atenta a algo que não esta bem passado ou a algum intruso no prato, tipo resto de esfregão da loiça.

Se todos os estabelecimentos são assim, claramente não podem ser. Mas também quem não deve não teme, logo se a ASAE lá aparecer permanecem tranquilos. É certo que muitos são encerrados até resolver os seus problemas, mas outros passam na inspecção.

Fonte


Deixem lá a vossa opinião sobre o assunto.


Bom fim-de-semana!




Sem comentários:

Enviar um comentário