18 de novembro de 2016

A comunicação social está no caminho certo ou em excesso ??


A comunicação social define-se como uma ciência social aplicada, com o propósito de estudar acontecimentos ocorridos. Os meios de comunicação social atingem, em particular, os órgãos informação de massas ( mass média, média ou mídia) sendo os mais habituais, a televisão, o jornal, a rádio, o cinema e a internet.

A comunicação faz parte da natureza do homem, é um comportamento de socialização. É através desta que se partilham/ expõem opiniões, assim como se aproximam indivíduos. É por isto, que a comunicação social é altamente importante, por abordar processos de informação, persuasão e entretenimento de indivíduos e grupos da sociedade.
Fonte
Porém, se por um lado a comunicação social é essencial para nos mantermos informados e actualizados mundialmente, por outro influencia-nos (tanta na forma de agir como na de pensar).

Podemos, por exemplo, pensar nos telejornais,que repetem diversas vezes notícias, com pequenas alterações. O caso do conflito entre os presidentes do Sporting e Arouca, cada dia sai um detalhe, uma declaração, tal como na época das transferências quantos jogadores não entraram e saem do Benfica, ou de outros clubes, meramente na comunicação social?!, isto levo-nos a uma certo cansaço, mas não é apenas na área do desporto que isto se regista. 

Troca de acusações/declarações  na área do desporto, na política ou qualquer outra área, primeiro resolvam os problemas fora da praça pública, já ninguém aguenta a troca de "elogios" entre ministros, que preferem apontar o dedo ao governo actual do que "remarem" todos para o mesmo lado. Não preferiam, que fizessem uma notícia com as duas partes, e não duas ou três com resposta e contra-resposta?

Além de nos influenciarem com os seus pontos de vista, comentários/análises e informações de fonte segura, a demasiada cobertura dos media, em diversos casos, pode tornar-se prejudicial. No último caso de perseguição mais falado do país, onde na minha opinião a demasiada informação revelada, constantemente, sobre a actividade policial só dificultou o trabalho das autoridades. Cheguei a pensar que o individuo estaria regalado com tanta informação, sabendo exactamente os locais a evitar. Cheguei a ouvir um jornalista dizer "no fundo, estamos a fazer o mesmo trabalho que as autoridades", é verdade que os meios de comunicação têm fontes, podem ter informações mas nestes casos, não sei até que ponto é benéfico esta ânsia de querer ser o primeiro a dar mais detalhes da ocorrência.

Se olharmos para o trabalho de sensibilização destes, em denunciar violência doméstica, abandono de animais, etc, fazem em grande trabalho, ainda que preferisse que divulgassem histórias de pessoas que viveram com a violência doméstica  e conseguiram sair de lá, penso que seria mais eficaz do que diariamente noticiarem que foram mortas mais mulheres por parte dos maridos, por exemplo.

Fonte
Confesso, que fartei-me de telejornais. Constantemente, notícias desanimadoras, que nos deixam ansiosos, apreensivos e deprimidos todos os dias, para mim chega. Leio e vejo as notícias, mas na internet, onde por vezes ainda são mais esclarecedores, pois não estão limitados com o tempo de emissão.

Desculpem lá o desabafo. Foquei-me apenas no que por vezes, me leva a isolar das notícias. Mas, claro que lhes reconheço a importância e a evolução do seu trabalho ao longo dos tempos. Afinal de contas o que somos nós isolados do mundo? Não somos ninguém, somos inexistentes.


Já agora, qual é a vossa opinião sobre o assunto ??

Fontes:




Sem comentários:

Enviar um comentário